Resultado da Chamada de Artes Visuais

Compartilhe:

Virada Sustentável Porto Alegre anuncia artistas visuais selecionados para exposição

Durante a 4ª edição do festival, treze artistas farão cinco obras que chamarão a atenção para o desenvolvimento sustentável, em mostra interativa na Orla Moacyr Scliar

Em sua última chamada pública de projetos de 2019, a Virada Sustentável Porto Alegreescolheu 13 artistas visuais para a exposição Os ODS na Virada, que será montada a céu aberto durante a 4ª edição do evento, de 5 a 7 de abril, na Orla Moacyr Scliar, no centro dePorto Alegre/RS. A mostra terá cinco obras em suportes hexagonais, que poderão ser manipulados pelo público.

Participaram da seleção 32 artistas e coletivos de diversas localidades do país, que inscreveram 22 projetos levando em conta os 17 ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável que norteiam a agenda 2030 da ONU, além dos ODS específicos que serão tratados durante a 4ª Virada Sustentável: Igualdade de gênero (ODS 5), Redução das Desigualdades (ODS 10), Consumo e Produção Responsáveis (ODS 12) e Ação Contra Mudança Global do Clima (ODS 13).

Entre os selecionados está o pernambucano Eládio Ferreira, que tem como principais referências as obras de Vik Muniz e Joan Fontcuberta. O artista é engajado em causas ambientais e integrante do Projeto Route, que realiza ações ambientais no Brasil, nos EUA e em Portugal. Sua obra fará uma reflexão sobre consumo responsável e gestão de resíduos. Também foi selecionada a dupla de artistas Beto Rodrigues (fotógrafo) e Susie Prunes(fotógrafa e ceramista), com o projeto Pérola mãe. A obra mistura imagens e manejo de objetos pelo público, representando o respeito mútuo independente das crenças e a diversidade religiosa, alimentando o sentimento de fé e tolerância.

Manual do Condutor de Carrinho de Papeleiro é outra das propostas selecionadas, uma intervenção coletiva do artista Cristiano Sant’Anna, juntamente com os papeleiros Antônio e Jacson Carboneiro (pai e filho). Cristiano é fotógrafo e mestrando em poéticas visuais pela UFRGS. Jacson e Antônio trabalham com coleta e reciclagem na Vila dos Papeleiros, em Porto Alegre. Há um ano e meio, os três têm desenvolvido uma rotina de troca de experiências e saberes, em que se adotou a dinâmica da inversão dos papéis. O artista assumiu a função de “carrinheiro” – aquele que conduz o carrinho e faz a coleta nas ruas –, enquanto Jacson, com a câmera na mão, documenta a experiência e recebe aulas de fotografia. A obra vai abordar a redução das desigualdades e o consumo e produção responsáveis.

A publicitária e estudante de artes visuais Betina Nilsson foi selecionada com o projetoMinha Ciranda, que reflete sobre o feminismo e a sororidade feminina.

O Coletivo Criarte – formado por seis jovens artistas engajados em ações de arte urbana –propôs um trabalho sobre o ODS 13 - Ação Contra a Mudança Global do Clima. Redução do desmatamento, energias renováveis, gestão de resíduos, mobilidade sustentável e o Acordo de Paris são os temas que serão trabalhados pelo grupo, utilizando a técnica da pintura. O Criarte é composto por Ana Sacarceli, artesã e artista urbana desde 2012; Bruno Lade, artista visual e tatuador; Bruno Mendes, estudante de gestão ambiental e fotógrafo;Giuliano Lenuzza, também tatuador e artista urbano; Leandro Alves, artista plástico autodidata e artesão experimentado em intervenções urbanas e Venise Borges, jornalista que trabalha com artes gráficas, visuais e também realiza trabalhos em serigrafia artesanal.

A comissão de seleção colocou na condição de suplentes os artistas Jeaninne Kirschke, com a obra Conexão Biomas, e Paulinho Marques David, com o projeto Muda'Dor. Os suplentes poderão ser chamados caso seja necessário substituir algum selecionado.

Os escolhidos receberão cachê e ajuda de custo para a execução do projeto em suporte que será fornecido pela Virada – uma estrutura hexagonal em metalon, fixada em eixo com rolamentos para permitir que o público possa interagir, fazendo o suporte girar em 360º.

Sobre a 4ª Virada Sustentável Porto Alegre

A 4ª edição da Virada Sustentável Porto Alegre será realizada nos dias 5, 6 e 7 de abril de 2019. O principal objetivo do evento é chamar a atenção para as diversas questões da sustentabilidade, adotando como referência a Agenda 2030 da ONU com seus 17 ODS - Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Nesta edição, a Virada vai abordar principalmente temas como a redução das desigualdades sociais (em especial as questões dos imigrantes e refugiados), consumo consciente, saúde e bem estar, parcerias, igualdade de gêneros e mudanças climáticas.

O evento pretende reunir quase duzentas atrações e atividades gratuitas e abertas ao público, em diferentes locais e em cinco Ecopontos principais da Capital Gaúcha:Associação Cultural Vila Flores (com diversos espetáculos multiartísticos, uma feira de inovação e sustentabilidade, e diversas oficinas e atividades literárias); a Casa de Cultura Mario Quintana (onde programação será realizada exclusivamente por pessoas do gênero feminino); o Parque da Redenção (com intensa programação socioambiental, infantil e de comida saudável, além da Serenata Iluminada e da Exposição Virada Fotográfica - que aborda a questão dos deslocamentos humanos); o Centro Cultural da UFRGS (com uma programação eclética de artes, projeções audiovisuais e um seminário com foco no tema “Amazônia”); e a Praça Júlio Mesquita e a Orla Moacyr Scliar (onde a ênfase será dada pela Exposição “Os ODS na Virada”, além de música, teatro de rua, dança, espetáculos circenses, oficinas e rodas de conversa). 

O Edital para Adesões na 4ª edição da Virada Sustentável Porto Alegre foi encerrado comrecorde de atividades inscritas. Ao todo, foram propostos 419 projetos culturais, sociais, educativos e ambientais – o dobro da edição anterior. Destes, 157 foram escolhidos para integrar a programação da Virada de forma autônoma, por grupos, coletivos, movimentos e instituições diversas. A organização estima que mais de mil pessoas estarão diretamente envolvidas na realização destas atividades.

A cada edição, a Virada realiza diversos debates e seminários, sendo um deles o evento que marca a abertura do Festival. O tema deste encontro inaugural será inovação e sustentabilidade, numa parceria com o Movimento POA Inquieta e Theatro São Pedro. O POA Inquieta vem reunindo diferentes grupos e pessoas com iniciativas que apresentam soluções para problemas urbanos crônicos, buscando alternativas na economia criativa, na inovação e nas ações e empreendimentos sustentáveis. Um outro seminário sobre o tema da Amazônia também está sendo organizado em parceria com a UFRGS.

A Virada Sustentável Porto Alegre é apresentada pela Braskem pelo quarto ano consecutivo, com Patrocínio Master da Liberty Seguros. Patrocínio e chancela de Neutralização de CO2 do evento: CMPC. Realização: Instituto Virada Sustentável. Correalização: PMPA – Prefeitura Municipal de Porto Alegre e SMAMS – Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade. Parcerias: Centro Cultural da UFRGS,Casa de Cultura Mário Quintana, Associação Cultural Vila Flores, Fundação Gaia,Fecomércio RS, NET Impact, Theatro São Pedro e Movimento POA Inquieta. Apoio de mídia: RBS TV, BandNews e Metro Jornal Porto Alegre. Financiamento: Ministério da Cidadania / Governo Federal.

Serviço

Virada Sustentável Porto Alegre

Dias 5, 6 e 7 de abril de 2019

 

Seminários | oficinas espetáculos musicais | mostras de cinema feiras de inovação |ecogastronomia | rodas de conversa | espetáculos teatrais e circenses | saraus | atividades de lazer e esportes | exposições de artes visuais | ações de sustentabilidade e recolhimento de resíduos | atividades inclusivas e com acessibilidade

Ecopontos:

Parque da Redenção | Parque Farroupilha - Av. João Pessoa, s/n - Cidade Baixa

Casa de Cultura Mario Quintana | Rua dos Andradas, 736 - Centro Histórico

Associação Cultural Vila Flores | Rua São Carlos, 759 - Floresta

Praça Júlio Mesquita e Orla Moacyr Scliar | Centro Histórico - em frente à Usina do Gasômetro

Centro Cultural da UFRGS | Campus Central - Rua Eng. Luiz Englert, 333 - Farroupilha

Conheça os temas de 2019

ODS 3 – SAÚDE E BEM ESTAR – Palavras-chave: saúde física e mental, combate à doenças, acesso à tratamentos; qualidade do ar, da água e do solo; combate ao tabaco.

ODS 5 – IGUALDADE DE GÊNERO – Palavras-chave: igualdade de gênero; empoderamento de mulheres e meninas; direitos das mulheres, mulheres em cargos de liderança, diferença salarial, violência doméstica.

ODS 10 - REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES - Palavras-chave: desigualdade étnica, racial, religiosa, econômica; violência; imigrantes e refugiados.

ODS 12 - CONSUMO E PRODUÇÃO RESPONSÁVEIS - Palavras-chave: empreendedorismo, feiras, brechós, orgânicos, negócios sociais, economia circular, negócios locais, matéria prima sustentável, trabalho justo.

ODS 13 – AÇÃO CONTRA MUDANÇA GLOBAL DO CLIMA – Palavras-chave: redução do desmatamento, preservação de florestas, agricultura de baixo carbono, mobilidade sustentável, gestão de resíduos, energias renováveis, mercado de carbono, acordo de paris.

ODS 17 - PARCERIAS E MEIOS DE IMPLEMENTAÇÃO - Palavras-chave: lideranças ambientais históricas; habilidade de estabelecer redes, acordos internacionais, ecossistemas locais.

Histórico

A Virada Sustentável foi criada em São Paulo e está em sua 8ª edição na capital paulista. As realizações da Virada Sustentável em todo o Brasil são regidas pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU. Esses objetivos representam hoje a melhor tradução do que é a sustentabilidade, trazendo esse conceito de forma clara para a sociedade e revelando sua natureza transversal nas mais diversas áreas do conhecimento humano.

Em Porto Alegre, a primeira edição da Virada ocorreu em 2016 e mobilizou mais de 50 mil pessoas, que participaram de atividades como shows, seminário, remada, skate, pedalada e oficinas. Também foram recolhidas quase três toneladas de lixo eletrônico e 315 litros de óleo de cozinha foram encaminhados para reciclagem. Assista aqui o teaser da primeira edição.

A primeira Virada Porto Alegre também realizou o Prêmio Boas Ideias de Sustentabilidade, que reconheceu importantes iniciativas inovadoras e sustentáveis desenvolvidas em Porto Alegre e cidades vizinhas (confira os vencedores clicando aqui). As iniciativas vencedoras participaram da Virada 2017 dentro do Seminário Boas Ideias de Sustentabilidade e da Feira de Empreendedorismo Inovador.

A 2ª edição da Virada Sustentável aconteceu entre março e abril de 2017. O festival reuniu cerca de 200 atrações e atividades que foram realizadas simultaneamente em diferentes locais e em quatro EcoPontos – espaços de encontro e mobilização durante a Virada Sustentável de Porto Alegre: a Casa de Cultura Mario Quintana, a Associação Cultural Vila Flores, o Parque da Redenção e o SESC Campestre.

Foram mais de 400 profissionais (entre ativistas, artistas, painelistas, ecochefs e empreendedores) envolvidos diretamente nas 205 atividades (177 atividades na programação da Virada e 28 atividades de adesões realizadas em locais próprios), que mobilizaram um público de mais de 30.000 pessoas. Acesse aqui o teaser da segunda edição.

A terceira edição foi realizada em abril de 2018. Mais de 45 mil pessoas participaram desta edição, que envolveu mais de dois mil profissionais nas mais de 200 atividades oferecidas, em cinco Ecopontos e locais descentralizados. A 3ª Virada de Porto Alegre abordou os seguintes temas: redução das desigualdades sociais, educação de qualidade, cidades sustentáveis, consumo responsável, água potável e saneamento, paz, justiça e instituições eficazes, e colaboratividade. O edital de adesões teve 204 projetos culturais, sociais, educativos e ambientais propostos, 35% a mais que na edição 2017. Destes, 126 foram escolhidos para ser realizados dentro da programação da Virada. Acesse aqui o teaser da 3ª edição: https://youtu.be/eA1Yyhe8CJE

Atendimento à imprensa

Adriana Martorano | jornalista

adrianamartorano@adrianamartorano.com.br | 51 99213 6558 |

Receba as notícias
da Virada Sustentável