Agrofloresta na aridez urbana: como fazer?
Agrofloresta na aridez urbana: como fazer?

Quer compartilhar?


Mais detalhes

Classificação indicativa: Livre

Categoria(s):

  • Intervenção
  • Fome zero e Agricultura Sustentável

Agrofloresta na aridez urbana: como fazer?

Nós do coletivo Batatas Jardineiras convidamos você para a criar conosco um canteiro agroflorestal no Largo da Batata, local público e aberto, caracterizado pela aridez, com muito vento e baixa umidade! A atividade será realizada no formato de mutirão, e todos, sem exceção, são bem vindos!

Usaremos técnicas permaculturais de implantação e manejo de agroflorestas, adaptadas para o ambiente urbano, tais como: biodiversidade e sucessão de espécies; cobertura do solo com serapilheira; contorno dos canteiros com troncos de bananeira verde; irrigação (lenta) por meio de bambu perfurado e moringa enterrada.

Batatas Jardineiras

Somos um coletivo voluntário de permacultores urbanos que desde 2015 cria agroflorestas no Largo da Batata. Atualmente cuidamos de 5 canteiros de 12 m2; uma mini floresta com árvores nativas da mata atlântica paulistana; e uma agrofloresta com árvores frutíferas em desenvolvimento. Nossos encontros semanais ocorrem em formato de mutirão, utilizamos técnicas permaculturais e de agricultura sintrópica adaptadas às características locais, como baixa umidade, vento constante, alta circulação de pessoas. Fazemos plantios, podas, regas e colheitas, envolvemos a população de rua, moradores do entorno em conversas sobre solo vivo, alimentação sem agrotóxicos, troca de sementes crioulas, vida ativa e em comunidade, sazonalidade, reciclagem, manejo de água e outros temas ligados à sustentabilidade. As Batatas Jardineiras se articulam com as frentes de agroecologia e das hortas urbanas de São Paulo tais como o MUDA SP e a União de Hortas Comunitárias de SP.

Datas, Horários e Locais

Horário(s) para o dia 25 de Agosto

Das 09:00h às 13:00h