Painel de Abertura da Virada | Parcerias para a Sustentabilidade
Painel de Abertura da Virada | Parcerias para a Sustentabilidade

Quer compartilhar?


Mais detalhes

Classificação indicativa: Livre

Categoria(s):

  • Seminário
  • Parcerias e Meios de implementação

Painel de Abertura da Virada | Parcerias para a Sustentabilidade

2018 é o ano em que celebramos 70 anos da declaração dos direitos humanos pela ONU, 30 anos da promulgação da nossa Constituição Federal que validou nossos direitos cidadãos. Estamos a 12 anos do cumprimento das metas da agenda 2030 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e temos muito que avançar, juntos! 2018 é ano de eleições, ano de fortalecimento da nossa jovem democracia. Tempo de engajarmos a todos em uma potente participação cidadã. É ano de Virada,  de realizarmos 2ª edição da Virada Sustentável Rio. Parte do eixo Conhecimento, os  Painéis da Virada são diálogos propositivos com especialistas nos temas escolhidos pela população fluminense.

Para abrir os caminhos da 2ª edição Virada Sustentável, vamos dialogar sobre a importância das parcerias entre os setores e convergência de esforços para virar a nossa capital  fluminense. Queremos apresentar soluções sustentáveis que somam forças pela sustentabilidade local.

Prefeitura do Rio. Daniel Mancebo é geógrafo, com Mestrado em Gestão Territorial pela UERJ, é funcionário de carreira da Prefeitura do Rio de Janeiro desde 2009, e está Coordenador Geral do Escritório de Planejamento desde janeiro de 2017, órgão que compõe a Subsecretaria de Planejamento e Acompanhamento de Resultados - Casa Civil, que é responsável pela coordenação do planejamento municipal em nível central. Vem atuando na coordenação da elaboração de instrumentos de planejamento municipal, como o Plano Estratégico 2017- 2020 e o Plano de Desenvolvimento Sustentável, que estabelecerá a visão 2030 da Cidade, alinhada aos ODS. Busca construir políticas públicas que permitam à Cidade ser mais sustentável e resiliente, através do fortalecimento e consolidação do planejamento na alta gestão e da articulação intersetorial e alinhamento entre órgãos com visão de médio e longo prazo. De 2009 até 2016, atuou na Secretaria Municipal de Urbanismo, no setor de Planejamento Urbano, mais especificamente na Coordenadoria de Macroplanejamento, onde coordenou o processo de revisão do Plano Diretor da Cidade do Rio de Janeiro em 2011 em sua fase final, bem como a elaboração do projeto de Lei de Uso e Ocupação do Solo – LUOS, apresentado em 2013. Coordenou ainda por 4 anos o Comitê Técnico de Acompanhamento do Plano Diretor, estrutura intersetorial composta por 20 órgãos municipais e que tem por função monitorar e avaliar as diretrizes e ações estruturantes definidas no Plano Diretor até 2021.

Braskem - Jorge Soto é Diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, maior produtora de resinas termoplásticas das Américas e maior produtora de biopolímeros do mundo. Professor do Curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável da EAESP FGV. Ex Presidente do Comitê Brasileiro do Pacto Global. Membro do Grupo de Líderes em Energia e Mudanças Climáticas do ICCA, Conselho Internacional de Associações da Indústria Química. Engenheiro Químico (1985) pela Universidade Federal da Bahia, Brasil. Mestre em Engenharia Química (1994) pela COPPE - Universidade Federal do Rio de Janeiro e Doutor em Planejamento Ambiental (2007) também pela COPPE.

Redes da Maré. Shyrlei Rosendo é mestre em Educação e Políticas Públicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), moradora da Maré. Pesquisadora dos temas, Juventudes, favelas. Hoje coordenadora de Mobilização do Eixo de Segurança Pública da Redes da Maré e atuante no Fórum Basta de Violência! Outra Maré é Possível.

Mediação: CEBDS. Marina Grossi é economista e assumiu a presidência do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) em 2010. No CEBDS desde 2005, Marina atuou como diretora-executiva e coordenadora das Câmaras Temáticas de Mudança do Clima e Energia, Construção Sustentável e Finanças Sustentáveis. Possui um vasto currículo ligado à área governamental, atuando como negociadora do Brasil na Conferência das Partes (COP) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP do Clima) entre 1997 a 2001, e como coordenadora do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas entre 2001 e 2003. Participou das negociações do Protocolo de Kyoto e representou o Grupo dos 77 (G77) mais China na área de Mecanismo Financeiro na COP 6 ½ (segunda fase da COP 6) que ocorreu em Bonn, Alemanha. Foi assessora do Ministério da Ciência e Tecnologia, na Coordenação de Pesquisa em Mudanças Globais, e na Coordenadoria de Comunicação Social e chefiou a Assessoria Internacional da Televisão Educativa (Funtevê). Em 2003 fundou e presidiu a empresa de consultoria em Sustentabilidade Fábrica Éthica Brasil (FEB), prestando assessoria para governos e empresas, lançando, entre outras iniciativas o projeto “CarbonDisclosure Project”, quando conheceu o CEBDS e passou a focar sua atuação em sustentabilidade junto às empresas.

 Ao final do Painel, será lançado o Caderno de Experiências ODS no Rio metropolitano e Brasil, uma parceria da Casa Fluminense, enquanto membro da SDSN, com a GIZ, por meio do projeto Solutions Iniciative, que tem o propósito de difundir e colaborar para o cumprimento das metas de desenvolvimento sustentável no Brasil e no Rio Metropolitano até 2030. A publicação aponta 6 passos fundamentais para a implementação dos ODS nas Regiões Metropolitanas e um deles é justamente a formação de parcerias estratégicas com Organizações da Sociedade Civil, Universidades, empresas e governos.

Virada Sustentável

Datas, Horários e Locais

Horário(s) para o dia 08 de Junho

Das 08:30h às 10:30h

Local: MAR - Auditório
Praça Mauá, 5 - Rio de Janeiro - RJ - 20081-240
Traçar Rota