Virada Sustentável lança edital para adesão de atividades em 2019

O regulamento já está disponível no site do evento e as inscrições vão até o dia 14 de janeiro de 2019. A quarta edição da Virada Sustentável Porto Alegre será realizada no inicio de Abril, em diversos locais da capital gaúcha 

De 05 a 07 de abril de 2019, a cidade de Porto Alegre vai receber a 4ª edição da Virada Sustentável. Abordando temas como redução das desigualdades sociais (em especial as questões dos refugiados), consumo consciente, saúde e bem estar, parcerias, igualdade de gêneros mudanças climáticas, o festival reúne mais de uma centena de atrações e atividades que serão realizadas simultaneamente em diferentes locais e em quatro Ecopontos principais da Capital Gaúcha: a Casa de Cultura Mario Quintana, a Associação Cultural Vila Flores, o Parque da Redenção e a Praça Júlio Mesquita (em frente ao Gasômetro) - incorporada nesta edição. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público.

Os preparativos para a edição 2019 começam com o lançamento do Edital para Adesões de Atividades, cujas inscrições estão abertas pelo site Virada Sustentável Porto Alegre até o dia 14 de janeiro de 2019. O objetivo do edital é selecionar diferentes iniciativas que buscam valorizar a cultura e a sustentabilidade, permitindo que a comunidade construa a programação do evento em conjunto com a organização, de forma colaborativa e democrática.

Podem participar do edital grupos, artistas, oficineiros, palestrantes, organizações, fundações, movimentos, coletivos, escolas, faculdades e equipamentos culturais que apresentem projetos artísticos, culturais, de bem estar (zen), sociais e ambientais em prol da sustentabilidade. Espetáculos de músicateatro infantil e de rua, dançacinema, atividades para crianças e família, aulas de gastronomia sustentável e as mais diversas oficinas serão contempladas. A organização da Virada Sustentável selecionará até 100 atividades, levando em conta quatro quesitos principais: Relevância, representatividade e atratividade do conteúdo para o público, alinhamento com as temáticas da Virada Sustentável 2019 e com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (descritos abaixo), apresentação dos temas através de abordagem positiva, inspiradora e criativa, e capacidade de atendimento, pela organização da Virada, das necessidades técnicas e financeiras dos projetos. Cada proponente, sendo pessoa jurídica ou física, pode se inscrever individualmente ou como representante de um grupo para apresentar um ou mais projetos, nas seguintes modalidades: adesão independente (são os projetos que não necessitam nem de aporte financeiro nem de disponibilidade de local) e financiado (projetos que necessitam de aporte financeiro e disponibilidade de local para acontecer).

Serão escolhidas também através deste edital cerca de 20 atividades - entre oficinas, rodas de conversa ou performances participativas - que abordem a temática da cultura, memória, sustentabilidade e história de Porto Alegre. Estas atividades devem estar baseadas nos termos da convenção sobre a proteção e a promoção da diversidade das expressões culturais da ONU (leia aqui).

Uma das novidades deste ano é a modalidade para seleção de três espetáculos que envolvam, no mínimo, dois grupos de diferentes linguagens artísticas. E para os artistas visuais, a Virada 2019 também traz uma inovação: o edital vai selecionar 17 artistas para realizar uma exposição de percurso, com obras que serão instaladas na Orla do Guaíba. O tema da exposição são os 17 ODSs, e cada artista selecionado vai tratar de um Objetivo, criando sua obra em um suporte esférico, que será fornecido pela organização da Virada. Para esta modalidade, artistas e coletivos não devem preencher o formulário de inscrição, bastando enviar as seguintes informações para o  email portoalegre@viradasustentavel.org.br : nome e apresentação, portfólio e contato.

Outra novidade desta edição é que cada Ecoponto vai tratar de um tema distinto, e as atividades serão distribuídas nos locais conforme a sua abordagem, a saber:

Casa de Cultura Mario Quintana - levando em conta o ODS 5 - Igualdade de Gênero, este Ecoponto vai abrigar atividades culturais e educativas de diferentes linguagens, apresentadas única e exclusivamente por mulheres, que correspondam a qualquer um dos 17 ODSs;

Vila Flores - vai apresentar as atividades de grupos, coletivos, artistas e oficineiros que se enquadrem no ODS 12 - Consumo e Produção Responsáveis e no ODS 17 - Parcerias e Meios de Implementação;

Redenção - neste Ecoponto serão realizadas as atividades com temáticas gastronômicas e infantis e as que são alusivas ao tema da redução das desigualdades sociais (ODS 10);

Praça Júlio Mesquita e Orla do Guaíba - as atividades realizadas nestes locais vão abordar as mudanças climáticas (ODS 13 - Ação Contra a Mudança Global do Clima), como a exposição de percurso sobre os ODSs.

Além da programação nos Ecopontos, as atividades escolhidas por adesão independente também deverão acontecer em outros locais e regiões descentralizadas de Porto Alegre.

Os resultados do edital serão divulgados na primeira quinzena de fevereiro de 2019. Na terceira edição, que ocorreu em abril de 2018, o Edital de Adesões bateu recorde de projetos propostos: ao todo, foram inscritos 204 projetos culturais, sociais, educativos e ambientais, 35% a mais que na edição 2017. Destes, 126 foram escolhidos para ser realizados dentro da programação da Virada de forma autônoma por grupos, coletivos, movimentos e instituições diversas. 

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODSs

As realizações da Virada Sustentável em todo o Brasil são inspiradas pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU. Esses objetivos representam hoje a melhor tradução do que é a sustentabilidade, trazendo esse conceito de forma clara para a sociedade e revelando sua natureza transversal nas mais diversas áreas do conhecimento humano.

Cada tema da Virada Porto Alegre 2019 está relacionado com um ou mais objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU e foram escolhidos colaborativamente com o Conselho Consultivo do festival, composto por representantes de diversos setores da cidade de Porto Alegre. 

Conheça os temas de 2019

ODS 3 - SAÚDE E BEM ESTAR - Palavras-chave: saúde física e mental, combate à doenças, acesso à tratamentos; qualidade do ar, da água e do solo; combate ao tabaco. 

ODS 5 - IGUALDADE DE GÊNERO - Palavras-chave: igualdade de gênero; empoderamento de mulheres e meninas; direitos das mulheres, mulheres em cargos de liderança, diferença salarial, violência doméstica. 

ODS 10 - REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES - Palavras-chave: desigualdade étnica, racial, religiosa, econômica; violência; imigrantes e refugiados. 

ODS 12 - CONSUMO E PRODUÇÃO RESPONSÁVEIS - Palavras-chave: empreendedorismo, feiras, brechós, orgânicos, negócios sociais, economia circular, negócios locais, matéria prima sustentável, trabalho justo. 

ODS 13 - AÇÃO CONTRA MUDANÇA GLOBAL DO CLIMA - Palavras-chave: redução do desmatamento, preservação de florestas, agricultura de baixo carbono, mobilidade sustentável, gestão de resíduos, energias renováveis, mercado de carbono, acordo de paris. 

ODS 17 - PARCERIAS E MEIOS DE IMPLEMENTAÇÃO - Palavras-chave: lideranças ambientais históricas; habilidade de estabelecer redes, acordos internacionais, ecossistemas locais.

 

Quer compartilhar?