O Discurso 2021 - Adaptação por Niltamara Gomes

Compartilhe:

"O Discurso" é uma adaptação do Poema de Charles Chaplin (O Grande Ditador - 1940), pela performance da ilustre artista Niltamara Gomes.

No contexto desafiador da pandemia que assolou o mundo, nossos corações ansiavam por um raio de esperança. Um ensaio compartilhado por todos nós, artistas e apreciadores, era a possibilidade de retomar os abraços, a conexão humana tão essencial. Enquanto o mundo parecia cada vez mais imerso em mecanização, violência e desigualdade, a vacinação emergiu como uma força redentora capaz de atenuar essa dura realidade. Neste projeto, procuramos capturar e celebrar esse desejo coletivo de renovação.

A estrela do projeto, a artista Niltamara Gomes, traz vida ao discurso memorável de Charles Chaplin. Através de sua interpretação, ela dá um novo fôlego às palavras intemporais que ecoam desde "O Grande Ditador". Mergulhamos na essência das palavras, trazendo à tona sua emoção intrínseca e ligando-as diretamente à nossa realidade contemporânea. A performance evocativa é uma ponte entre passado e presente, um tributo caloroso à visão humanista de Chaplin e um chamado à reflexão e transformação.

Em um momento em que a esperança e a união são mais importantes do que nunca, "O Discurso", adaptado por Niltamara Gomes, surge como uma celebração do potencial humano de superar adversidades e promover mudanças positivas.

Beija-Flor Produtora Cultural

Artista visual e produtora cultural. Graduanda em Relações Públicas pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (UNISINOS), e fotógrafa desde 2013. É proprietária da Beija-Flor Produtora Cultural, uma empresa de produção e criação na cidade de Viamão, que teve seu nascimento em 2020, mas que mesmo sendo uma produtora nova, já possui um grande volume de produções independentes. Participou do Coletivo de Artistas do Litoral Norte/RS (Colarte) durante os anos de 2014 até 2020, como membro da equipe de organização e planejamento das atividades culturais, sendo elas: 8 feiras de rua, “Bazarico” (2014 até 2018), 2 festivais para “banda autorais” (2017 e 2018), 2 ensaios de rua, “Rock na Praça” (2017 e 2018), 2 oficinas culturais (2018), e 10 exposições de artes (2014 até 2018). Atuou na produção dos eventos: “Cult Circuito Viamão” (2020, 2021, 2022 e 2023) sendo a edição de 2023 atuando como Gestora de Projeto contemplado no FAC-RS, “Slam Viamão” (2021, 2023 e 2023), e “Festival Salve o Lago Tarumã” (2021), este tendo sido realizado através de financiamento coletivo na plataforma Catarse. Realizou o “Sarau Capitu e outras mulheres” como produtora executiva no Teatro de Arena em Porto Alegre (2021). Produziu o projeto: “Empoderando a Periferia” (2021) do Edital Circuito de Cultura Popular e Periférica Lei Aldir Blanc. Expôs suas fotografias nos seguintes espaços: “Las Puertas” (2017) no Quintal Cultural em Porto Alegre, “8 de março” (2018) na Prefeitura de Imbé/RS e “O que não é que não pode ser” (2020) de modo virtual, este último sendo contemplado em Edital Municipal da Lei Aldir Blanc. Participou das produções visuais e audiovisuais: “videoclipe O momento errado” (2019) do artista Maestro Sujo, sendo contemplado no Edital FAC Digital em 2020, “vídeo O Poema” (2021) para o Fórum de Mulheres Feministas de Viamão e oficinou uma aula para o projeto “Promovendo a sua Música” (2021), Produção do Show “13 anos de Maestro Sujo e o Sanatório Gotham” no Teatro do Centro Cultural Santa Casa 2022 e trabalhou na coordenação de comunicação do Festival “Morrodalia” 2022.

Nossos Patrocinadores

Nossos Patrocinadores

Receba as notícias
da Virada Sustentável