O que é a Virada Sustentável Manaus?
O que é a Virada Sustentável Manaus?

Quer compartilhar?


O que é a Virada Sustentável Manaus?

A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e as organizações membro do Conselho Criativo, acreditam que a sustentabilidade pode ser disseminada de maneira mais eficiente se a abordagem for dinâmica e inspiradora. Por isso, FAS e estes parceiros  fortaleceram sua atuação em Manaus com a realização da primeira e segunda Virada Sustentável na capital amazonense.

A primeira edição ocorreu nos dias 25 e 26 de julho de 2015, reunindo mais de oito mil pessoas em diversos espaços públicos da cidade, com o apoio de cerca de 500 voluntários. Foram mais de 150 iniciativas realizadas no sábado e domingo, incluindo oficinas de tiro com arco, mutirão de limpeza no igarapé do Mindu e concertos gratuitos ao público. A abertura do evento lotou o Teatro Amazonas, com a Amazonas Jazz Band.

O projeto foi realizado em parceria com a Virada Sustentável em São Paulo e cocriado por diferentes organizações que fizeram parte do Conselho Criativo: Global Shapers Manaus, Movimento Ficha Verde, Idesam, RP Manaus, Fotoclube Lentes da Amazônia, Ingages, Studio Caboco, Caboquês Ilustrado, Yoga Manaus, ONG TransformAÇÃO, Escoteiros do Brasil no Amazonas, Amazon Sat, Pedala Manaus, Banksia Filmes e Projeto Socioambiental Meu Ambiente.

Este ano, a segunda edição está marcada para os dias 9 e 10 de julho.

Parceiros

A Virada Sustentável Manaus é uma realização da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) em parceria com a Virada Sustentável de São Paulo, com produção da Iaí Produções.

Participam do Conselho Criativo: Atelier Arte Mandala Tepui; Banksia Films; Bosque da Ciência, CasaCinco; Descarte Correto; Escoteiros do Brasil; Fotoclube Lentes da Amazônia; Fundação Vitória Amazônica (FVA); Global Shapers Manaus; Idesam; Impact Hub; Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa); Instituto Amazônia+; Instituto Sumaúma; JACC Produções; Knesys; Movimento Ficha Verde; Museu na Floresta; Museu da Amazônia (Musa); Na Tora Produções; Pedala Manaus; Projeto Socioambiental Meu Ambiente; RP Manaus; Saúde Solidária; SDSN-Amazônia, SDSN-Youth; Suçuarana; TransformAÇÃO e Yoga Manaus.

A iniciativa também conta com patrocínio do Bradesco, Whirlpool, Sap, Shopping Park Sumaúma, Instituto Sabin e World Animal Protection. Também são parceiros o Governo do Estado do Amazonas, por meio das Secretarias de Estado de Meio Ambiente (Sema) e de Cultura (SEC) e, ainda, a Prefeitura de Manaus, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). O evento é uma produção Iaí Produções.

Resultados

Como um dos resultados da ação, mais de três toneladas de material reciclável que seriam descartados de maneira incorreta foram recolhidos durante o evento. No Centro de Esporte e Lazer do Bairro Redenção, uma iniciativa propôs aos moradores da Zona Oeste de Manaus a troca de materiais recicláveis por alimentos como farinha, ovos, macarrão, óleo e leite. Cada item era pesado e o valor final, convertido em itens da cesta básica.

Centenas de sacos de lixo também foram retirados do Parque do Mindu, em uma caminhada sustentável que contou com envolvimento de quase 200 voluntários. A ação teve apoio de militares do Exército Brasileiro, e buscou reunir crianças, jovens e adultos para recolher resíduos das trilhas e igarapés que compõem o corredor ecológico. O material compôs um monumento erguido na frente do parque, o “pescador de resíduos”.

Atividades

Oficinas, rodas de conversa e debates também levaram parte do público ao Mindu. A primeira discussão trouxe para o centro do debate a cobertura de mudanças climáticas pela mídia amazonense, reunindo especialistas, jornalistas, estudantes e população em geral. Outra, trouxe especialistas para discutir a importância da conservação do primata endêmico da região de Manaus, o saium-de-coleira (Saguinus bicolor), nos corredores ecológicos da cidade.

Atividades no Parque Jefferson Peres levaram oficinas lúdicas gratuitas para crianças e adolescentes. No Largo de São Sebastião, um varal solidário promoveu a troca gratuita de roupas usadas, promovida pela organização Global Shapers. Uma feira de produtos orgânicos foi promovida pelo Idesam na Casa da Sopa, para incentivar a agricultura familiar em moradores da zona rural de Manaus. Oficinas de desenho, cine-debates e um desfile sobre moda sustentável aconteceram no último dia da iniciativa.

Reconhecimento Local

A primeira edição do evento Virada Sustentável na capital amazonense ganhou repercussão na Câmara Municipal de Manaus (CMM), no dia 27 de julho, por meio da propositura de moção ao evento, elaborada pela vereadora Professora Jacqueline. O documento teve como objetivo parabenizar a realização da Virada Sustentável em Manaus, devido a sua programação gratuita de conteúdos ligados aos temas da sustentabilidade.

Legado

Como legado das atividades, a FAS criou uma agenda permanente de mobilização pela cidade. As ações estão voltadas à redução da poluição dos igarapés de Manaus, a partir da campanha Lixo Zero nos Igarapés do Mindu e do Gigante, que cortam a cidade.